Skip to content

Disco Xepa começa hoje, em Sampa, contra o desperdício de alimentos

14/05/2014
apoie a xepa divulgação

Folder de divulgação da Disco Xepa com alimentos bons para consumo, porém descartados nas feiras livres.

O plano é o seguinte: ocupar um espaço público, ir coletar a “xepa” na feira. Trazer a xepa pro beco, na rua. Daí montar uma cozinha, ligar o som, cozinhar e fazer uma festa! Assim resume Fabiana Sanches, no vídeo Festival Disco Xepa, no Food Revolution Day, o que será a Disco Xepa, evento para alertar sobre o desperdício de alimentos e que começa hoje, quarta-feira, às 19h, no Beco do Aprendiz, na Vila Madalena (Rua Belmiro Braga – entre a Rua Inácio Pereira da Rocha e a Rua Cardeal Arcoverde), e vai até o dia 17, sábado, sempre no beco.

A Disco Xepa é uma ação do movimento Slow Food (contraposição a fast food) no mundo todo, para conscientização quanto ao imenso desperdício de alimentos. Segundo o vídeo, atualmente, no Brasil – o 4º maior produtor mundial de alimentos –, 26,3 milhões de toneladas de alimentos vão para o lixo por ano. “Ou seja, 39 mil toneladas são desperdiçadas diariamente, o que daria para alimentar 19 milhões de pessoas”, diz Fabiana.

E como nós, consumidores, podemos agir para minimizar o impacto desta perda? “Fazendo a xepa, não só na feira, como em supermercados, padarias e outros estabelecimentos que jogam preciosos alimentos fora só porque estão amassados, fora do padrão, mas que continuam com excelente valor nutricional”, ensina Fabiana. “É só perder a vergonha e ir catando. Tem muita comida boa na feira, jogada fora, o que é lamentável.”

Segundo os organizadores da Disco Xepa, que este ano vai para a rua – no ano passado o evento foi realizado no restaurante Dalva e Dito, do chef Alex Atala, onde vários chefs fizeram, num desafio lançado, deliciosos pratos com alimentos descartados –, a “festa” no Beco do Aprendiz vai ser uma diversão consciente, pois tem um propósito para estar acontecendo – a conscientização sobre o melhor uso do alimento.

A programação, totalmente gratuita e absolutamente simpática à participação de todos, como voluntários, começa hoje, das 19h às 21h, com cine-debate, prossegue amanhã (dia 15) e sexta-feira (dia 16), também com cine-debate no mesmo horário, e terá o grande encerramento com a coleta de alimentos da xepa de uma feira próxima e uma cozinha coletiva, onde se aprenderá a preparar e aproveitar vários e valiosos alimentos que, de outra maneira, iriam direto para o lixo.

Não só o movimento Slow Food, mas vários outros coletivos estão envolvidos na realização do Disco Xepa, como o Movimento Urbano de Agroecologia de São Paulo (Muda-SP), responsável pelo cinema e pelos debates. “Os três primeiros dias serão para o público discutir, trocar ideias e já ir levantando o astral para o dia do banquete, no sábado”, diz uma das representantes do Muda-SP, Susana Prizendt. “Já no sábado, a movimentação começa às 10h da manhã, para a preparação do banquete, e todos são bem-vindos.”

Além disso, uma feirinha ecológica será montada, para arrecadar fundos para o próprio evento. O Muda-SP, por exemplo, vai trazer sementes, mudinhas e folders explicando como se tornar um agricultor urbano e passar a produzir e colher parte do próprio alimento.

Além do Muda-SP e do Slow Food núcleo Como Como, participam também o Freeganismo Brasil, o Laboratório de Cozinha Criativa Itinerante, a Rede Aliança Luz de Economia Ecológica, a Carta da Terra, o Coletivo Ideias e o Coletivo Baixo Centro.

A Disco Xepa faz parte, ainda, das ações em torno do Food Revolution Day, criado pelo chef britânico Jamie Oliver, que incentiva que as pessoas retomem o poder sobre o próprio alimento, comprando o máximo possível de alimentos frescos e orgânicos e preparando-os e cozinhando-os em casa, uma verdadeira revolução nos dias de hoje, em que o fast food e os restaurantes por quilo dominam nossa alimentação!

Quem se empolgar com a ideia e quiser colaborar com o evento há também um crowdfunding rolando na internet. E quem quiser participar é só aparecer lá no Beco do Aprendiz e colocar a mão na massa. E na xepa!

Eis a programação:

Programação GRATUITA E VOLUNTÁRIA
(sempre no Beco do Aprendiz, na Rua Belmiro Braga, Vila Madalena)

14 de maio (quarta-feira), das 19h às 21h

Cine-debate
Tema: 2104 – O ano da agricultura familiar. O que o paulistano tem a ver com isso?

15 de maio (quinta-feira), às 19h às 21h
Cine-debate
Tema: Alimentação consciente e responsável. O desafio da prática diária

16 de maio (sexta-feira), às 19h às 21h
Cine-debate
Tema: A economia do desperdício e o paradigma da escassez

17 de maio (sábado), a partir das 10h
Coleta de alimentos na xepa da feira e em outros pontos e preparação do grande banquete, ao som de música e muita diversão.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: