Skip to content

Food Revolution Day será dia 17 de maio. Fazer uma comidinha saudável em casa hoje em dia é uma grande revolução. Participe!

14/05/2013

food revolution dayUma revolução na alimentação está em curso. Saem os alimentos ultraprocessados, os big macs e bobs, os refrigerantes e sucos artificiais de “frutas”, a comida ingerida de pé e às pressas.

Em seu lugar, entram deliciosos pratos feitos em casa a partir de alimentos in natura, cultivados preferencialmente de maneira orgânica e degustados com a família, com amigos, em agradável companhia. Com todos os envolvidos revelando seus até então insuspeitos dotes culinários e segredinhos que tornam aquele simples risoto a maior das maravilhas.

Esta revolução não está sendo feita nas ruas. Ela é feita no dia a dia, na cozinha de casa. A cada prato preparado sem o uso de ingredientes ultraprocessados, repletos de gorduras trans e sódio – os principais responsáveis pela epidemia de obesidade que assola o mundo –, uma pequena revolução acontece contra a indústria da alimentação artificial, mais interessada nos lucros do que na saúde de quem consome seus “alimentos”.

E para reforçar essa disposição de voltar aos antigos tempos, quando as refeições eram preparadas por seres humanos e não por máquinas processadoras, é que o chef britânico Jamie Oliver – famoso na TV por usar ingredientes orgânicos e saudáveis em seus pratos, além de ter publicado vários livros sobre culinária e também pelo seu trabalho de transformação de hábitos alimentares nas escolas britânicas – instituiu o Food Revolution Day– em português, Dia da Revolução na Alimentação.

O Food Revolution Day de 2013 será nesta sexta-feira, dia 17 de maio. Como explica o próprio chef Jamie Oliver no site oficial do evento, é um dia de ação global para as pessoas optarem pela boa comida e demonstrarem suas habilidades essenciais na cozinha. É uma oportunidade para as pessoas se reunirem em suas casas, escolas, locais de trabalho e comunidades para compartilhar seus conhecimentos culinários, seus recursos e conhecimentos na área. Tudo para aumentar a conscientização sobre a importância da boa comida e por uma melhor educação alimentar para todos.

Em suma, é uma revolução que, apesar de não requerer muito esforço, tem um tremendo poder transformador. O Food Revolution Day concentra-se em três ações bastante simples: cozinhar, compartilhar, viver.

A primeira edição do FRD ocorreu em 19 de maio de 2012, com mais de mil eventos simultâneos em 664 municípios de 62 países. Agora, a expectativa é que ele cresça ainda mais.

No Brasil

No Brasil, o Food Revolution Day foi encampado pela consultora em alimentação consciente e desenvolvimento humano Nádia Cozzi e idealizadora do Instituto Pedro Cozzi e do Espaço Dar Vida, além do site Alimento Puro e também por Adriana Zamberlan, idealizadora do siteWebfilhos – o amigo da família.

Nádia conta como entrou nessa: “Entrei em contato com os embaixadores do Jamie Oliver no Brasil e eles deram o ok para que promovêssemos o Food Revolution Day no Brasil também”, diz. Assim, todos os eventos que ocorrerão no Brasil constarão também no site oficial mundial. Nádia se diz bastante satisfeita com a repercussão por aqui. “Trabalho com o tema alimentação saudável e orgânica há 18 anos e acredito que de uns dois anos para cá a procura aumentou bastante”, comemora. “Há muitas pessoas preocupadas com alimentação, pessoas que têm problemas na família e querem mudar sua rotina alimentar. Tenho tidos excelentes depoimentos de pessoas que dizem que sua vida mudou depois que elas melhoraram sua alimentação”, diz Nádia.

Ela lembra também da importância do agricultor em todo esse processo. “O agricultor é muito desvalorizado; ninguém repara que por trás de um alimento haverá sempre um produtor rural. Ele precisa ser mais valorizado.”

Mas, afinal, como fazer para participar do Food Revolution Day 2013 no Brasil?

Há inúmeras formas.

“Se você tiver um site, blog ou uma rede social que fale sobre alimentação junte-se a nós”, diz Nádia. “Basta enviar seu nome, um minicurrículo e os links referentes ao assunto que eles serão postados na rede participante”, explica.

O e-mail para o envio das informações é nacozzi@hotmail.com. Há também um link noFacebook para saber de várias atividades que vão rolar e que só estão crescendo!

“No dia 17 de maio, todos os participantes do movimento estarão postando, compartilhando e participando nos espaços uns dos outros. Vale tudo: pesquisas, dicas, informações e receitas”, diz a consultora. Além disso, se o interessado em participar for ligado ao assunto alimentação, pode ajudar divulgando as notícias do Food Revolution Day.

Ou simplesmente você pode reunir os amigos e a família neste dia e preparar uma receita gostosa e saudável. E postar nas suas redes sociais, para mostrar que está participando do movimento. Vale, afinal, qualquer iniciativa!

Já se o interesse for participar de atividades presenciais – são três até agora, que ocorrerão na sexta-feira, no sábado e no domingo, em São Paulo –, basta enviar um e-mail para Nadia Cozzi (nacozzi@hotmail.com).

Eis as atividades presenciais em São Paulo:

Na sexta-feira, dia 17, das 15h às 18h, haverá um encontro presencial no restaurante Jorge (Rua José Maria Lisboa, 1.000, Jardins, São Paulo, SP), com Nadia Cozzi (mediadora); Cenia Salles culinarista, consultora gastronômica e responsável pelo movimento Slow Food em São Paulo); dra. Célia Wada (farmacêutica com conhecimentos em nutrologia e homotoxicologia e coordenadora do CMQV – Câmara Multidisciplinar de Qualidade de Vida); Tânia Rabello (jornalista, editora do Portal Orgânico, site referência sobre orgânicos, preservação e sustentabilidade na web); Karine Nunes Costa Durães (nutricionista especializada em nutrição infantil); Claudio Lorenzo (difusor da cultura do Bom Pão e mão na massa, sócio da Masseria Pães Artesanais); dra. Ana Lucia Dias Paulo (pediatra homeopata).

Ainda na sexta-feira, a partir das 21h, haverá um hangout pelo Google+, um grande bate-papo nutritivo e saudável organizado por Thais Ventura, do Delícias do Dudu. É necessário se inscrever.

Já no sábado, dia 18 de maio, haverá roda de conversa na Feira Orgânica do Ibirapuera, das 10h30 às 11h30, com degustação de produtos cedidos pelos agricultores participantes da feira, que é realizada todos os sábados no Modelódromo do Ibirapuera, Rua Curitiba, 292, das 7h às 13h. Aí é só comparecer.

E, no domingo, a Masseria do Pão ensina a fazer um delicioso pão artesanal, com direito a degustação. O endereço da Masseria Artesãos do Pão é Rua Sales Guerra, 75, Lapa, sitewww.masseria.com.br. Das 16h às 19h – é importante a pontualidade. Também é necessário se inscrever com antecedência com nacozzi@hotmail.com e a taxa de inscrição para esta atividade é de R$ 90.

No Rio

No Rio de Janeiro também haverá atividades relativas ao Food Revolution Day, que está sendo organizado pela blogueira Thaís Ventura, do blog As Delícias do Dudu, como palestras com nutricionistas e psicólogas, pediatras, oficina de montagem de merendeiras, e a oficina de substituição, onde a blogueira Mila Cozzi participará do evento compartilhando suas receitas saudáveis e técnicas para transformar os alimentos. No link é possível inscrever-se e ver a programação completa do Rio de Janeiro.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: