Skip to content

Moda sustentável na segunda edição da SP Ecoera, em São Paulo. Começa amanhã!

22/04/2013

sp ecoera 2 moda sustentavelComeça amanhã, dia 23 de abril, e prossegue até quarta-feira, dia 25 de abril, das 10h às 17h, a segunda edição do SP Ecoera, em São Paulo (SP). O endereço? Na Segunda Unidade da Escola São Paulo, na Rua Augusta, 2.074. O evento é gratuito. Para se inscrever e participar – inclusive dos workshops e mesas-redondas – basta enviar um e-mail para specoera@gmail.com informando  nome, RG ou CPF, telefone e a oficina que quer participar.

O que é a SP Ecoera, afinal? É um evento totalmente voltado à sustentabilidade, envolvendo moda (o ponto alto), gastronomia, design e arte. São três dias de programação com debates culturais, oficinas, exposições de arte, “com muito estilo”, pontua a idealizadora do SP Ecoera, Chiara Gadaleta. Esta edição será inspirada pela arte indígena, que vai embalar toda a cenografia, a identidade visual e as exposições permanentes.

Toda a cenografia e programação visual da segunda edição do SP Ecoera está sendo feita à mão e apenas usando material reaproveitado. Os mil convites, por exemplo, foram feitos com lona reciclada e papelão de descarte – recolhidos nas ruas –, os envelopes de papel reciclado foram estampados um a um manualmente. Além disso toda a cenografia dos desfiles, mesas redondas e workshops foi produzido por um grupo de artesãs liderado pela designer têxtil Nadia Rezende.

A grande novidade – daí o ponto alto da SP Ecoera ser a moda este ano – serão os desfiles de marcas brasileiras e sustentáveis. Serão, segundo Chiara Gadaleta, nove marcas que se relacionam de forma legítima com as questões socioambientais e que escolheram a beleza e o estilo como marcas de expressão.

As nove marcas participantes serão Flavia Aranha (no tingimento ecológico); Gustavo Silvestre (crochê alta costura); Heliconia (sapatos em couro de peixe); Pandora (linha de joias de madeira produzidas pela Rainforest Protection Initiative); Será o Benedito (reaproveitamento de lona de caminhão); Toca da Cathy (vintage store); Vuelo (marca gaúcha de acessórios reinventados a partir de câmara de pneu); Vert (marca francesa de acessórios sustentáveis feitos no Brasil), e Zerezes (óculos em madeira reaproveitada).

Nem mesmo os cosméticos utilizados pelas modelos que participarão dos desfiles escapam à sustentabilidade: a marca é Alva, cosméticos naturais e orgânicos.

Além da moda, o evento contará com exposições “A tribo”, “Telas da mata”, “Luz ideal” e “Décadas de glamour”. Haverá também brunch orgânico oferecido por Spa Lapinha, oficina de stêncil, lançamento oficial da marca francesa Vert, gastronomia viva com a chef Leila D, workshops sobre detox na moda (aprenda a renovar seu look com consciência) e transformação do lixo em arte (peças de moda) e atualização de roupas e acessórios vintage. Mesas-redondas abordarão também os temas “Economia criativa e o meio ambiente na moda contemporânea brasileira”; “A arte indígena e seu impacto na sociedade”; “A redução do impacto ambiental na indústria da moda: alternativas com estilo”.

A programação completa está disponível neste link.

Anúncios

From → Tânia Rabello

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: